APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA NO ENSINO DE CIÊNCIAS: A ORIGEM E A EVOLUÇÃO DA VIDA COMO TEMÁTICA DE UMA SITUAÇÃO DE ESTUDO

Thaygra Severo Bernardes, Bruno Güntzel Tomaz, Everton Bedin, José Claudio Del Pino

Resumo


Quando um determinado conteúdo é trabalhado em sala de aula, o principal objetivo é que o aluno consiga compreender com amplitude aquilo que foi proposto, podendo levar os ensinamentos para a sua realidade. Neste sentido, o presente artigo relata a aplicação de uma SE (Situação de Estudo) ao longo de um trimestre, referente ao conteúdo “Origem da Vida e Evolução” em uma turma de 7º ano de uma escola municipal com vistas a aprendizagem significativa. Foram realizados debates, apresentação de vídeo, atividade com desenhos e jogo lúdico. Observou-se que a turma obteve uma aprendizagem significativa, já que os alunos se mantiveram em constante participação, interesse e curiosidade durante o desenvolvimento das atividades, tendo-se um processo de construção e reconstrução de saberes com a ancoragem de novos conhecimentos.

Palavras-chave


Aprendizagem Significativa. Situação de Estudo. Práticas Diferenciadas

Texto completo:

PDF

Referências


AUSUBEL, D.; NOVAK, J. D.; HANESIAN, H. Psicologia educacional. Rio de Janeiro: Interamericana, 1980.

AUTH, M. A. Formação de professores de ciências naturais na perspectiva temática e unificadora. Tese de doutorado. PPGE. Florianópolis: UFSC, 2002.

BEDIN, E.; DEL PINO, J. C. Propostas metodológicas docentes à luz das situações de estudo: arquétipos para o ensino de ciências. Rer. Edu. em Rede: Form. e Prá. Doc. v.6, n.7, 2017. P. 83-99.

BORGES, A.T. Novos rumos para o laboratório escolar de ciências. Caderno Brasileiro de Ensino de Física. Vol. 19, p. 291-313, Dez. 2002.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Básica. Orientações Curriculares Nacionais. Brasília: MEC/SEB, 2006.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. PCN+. Orientações Educacionais Complementares aos Parâmetros curriculares Nacionais - Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. Brasília: MEC/SEMT, 2002.

CUNHA; M. B. Jogos no Ensino de Química: Considerações Teóricas para sua Utilização em Sala de Aula. Química Nova na Escola, Rio de Janeiro, nº 2, Vol. 34, 2012.

GIL, A. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed. São Paulo, SP: Atlas, 1999.

MALDANER, O. A.; ZANON, L. B. Situação de estudo: uma organização do ensino que extrapola a formação disciplinar em ciências. Revista Espaço da Escola, Ijuí: Ed. Unijuí, nº 41, p. 44, 2001.

MALDANER, O. A., ZANON, L. B., AUTH, M., NONENMACHER, S. B., BAZZAN, A.C., PASCOAL, S. G. Situação de Estudo como possibilidade concreta de ações coletivas interdisciplinares no Ensino Médio - Ar Atmosférico. In: III Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências (ENPEC), Atibaia/SP, 2001.

MALDANER, O. A.; et al. Currículo contextualizado na área de ciências da natureza e suas tecnologias: a Situação de Estudo. In: MALDANER, O. A.; ZANON, L. B. (Orgs.), Fundamentos e propostas de ensino de química para a Educação Básica no Brasil. Ijuí: Ed. Unijuí, 2007. pp. 109-138.

MOREIRA, M. C. O que é afinal aprendizagem significativa? La Laguna, Espanha, 2012. Disponível em: . Acessado em: 19 de set. 2017.

MOREIRA, M. A. Aprendizagem significativa: a teoria e textos complementares. São Paulo (SP): Editora Livraria da Física; 2011.

UNICEF; PNUD; INEP-MEC (Coords.). Indicadores da qualidade na educação/Ação educativa. São Paulo: Ação Educativa, 2004.

VILELA, R. A. T. Estar professora - Ser professora: identidade profissional de professoras primárias. 23ª Reunião Anual da Anped, 2000.




DOI: https://doi.org/10.29031/pedf.v13i9.322

Direitos autorais 2018 Pedagogia em Foco

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

Pedagog. Foco, Iturama (MG) - ISSN 2178-3039