A INFLUÊNCIA DA PEDAGOGIA FREINET NO PAPEL DO PROFESSOR E SUA PROPOSTA PARA UMA ESCOLA MODERNA

Diego Marlon Santos, Fabina Silva Botta Demizu, Conceição Solange Bution Perin, Adão Aparecido Molina

Resumo


Freinet é um pioneiro na proposição de uma prática pedagógica centrada na cooperação. Seu trabalho pressupõe a colaboração não só entre os estudantes como entre os educadores. Frente a isso, este artigo propõe-se a discutir a contribuição da pedagogia Freinet no papel do professor, bem como analisar uma nova pedagogia. De maneira que os alunos estejam em um ambiente estimulador, tendo como principio respeitar e valorizar o conhecimento que este carrega com consigo. Portanto, o papel do professor é buscar práticas pedagógicas mais eficazes e criar estratégias para auxiliar no desenvolvimento dos alunos em sala de aula, mantendo um bom relacionamento entre professor e aluno. A partir disto, o artigo conclui se que é evidente que o professor valorize a importância ao espaço e o tempo da criança visando o cooperativismo, além disso trabalhar a importância dos conflitos, das emoções, dos sentimentos em direção à autonomia da criança. Dessa forma, percebemos que a crítica feita às práticas pedagógicas de Freinet se faz extremamente necessária nos dias de hoje, pois a centralidade do processo educativo no cotidiano dos alunos vem se tornando um modismo no atual debate educacional. Assim, com relação ao papel dos professores deve-se defender uma educação que supere as limitações impostas pela a vida cotidiana e contribua para a completa formação humana.

Palavras-chave


Papel do Professor. Pedagogia Freinet. Pedagogia Moderna

Texto completo:

PDF

Referências


CLANCHÉ, P. “As invariantes da Pedagogia Freinet e o texto livre”. In: L’Evolution du texte libre à l’ecole elementáire - contribution à une genetique de la textualité. França, Universidade de Bordeaux, 1982 (Tese de Doutorado).

FREINET, C. Para uma Escola do Povo. São Paulo: Martins Fontes, 1995.

________. A Educação do Trabalho. Tradução: Maria Ermantina Galvão G. Pereira – São Paulo: Martins Fontes, 1998, p. 9 – 339.

________. Para uma Escola do Povo. Tradução: Eduardo Brandão – São Paulo: Martins Fontes, 1996, p.1 – 127.

________. Educação pelo Trabalho. Vol I. Lisboa: Presença, 1974

________. Pedagogia do Bom Senso. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1973.

FREINET, É. Nascimento de uma Pedagogia Popular. Lisboa: Editorial Estampa, 1978.

LEONTIEV, A. N. O desenvolvimento do psiquismo. Tradução Manuel Dias Duarte. 3. ed. Lisboa: Horizonte Universitário, 1978.

SAMPAIO, R. M. W. F. A aula passeio transformando-se em aula de descoberta. In ELIAS, M. D. C. Pedagogia Freinet teoria e prática. Campinas: Papirus, 1996.

_________. Freinet: evolução histórica e atualidades. 2. ed. São Paulo: Scipione, 1994, p. 239.




DOI: https://doi.org/10.29031/pedf.v13i9.325

Direitos autorais 2018 Pedagogia em Foco

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

Pedagog. Foco, Iturama (MG) - ISSN 2178-3039