MEMÓRIAS DA ESCOLA RURAL MUNICIPAL AMADOR BUENO: DELINEANDO EXPERIÊNCIAS EDUCATIVAS DO NORTE DO PARANÁ

Simone Burioli Ivashita, Ana Caroline Macedo Domingues

Resumo


O presente texto objetiva proporcionar algumas discussões acerca da pesquisa sobre a história das instituições escolares, apresentando resultado de pesquisa realizada na Escola Municipal Rural Amador Bueno (1959-2001) localizada na fazenda Marília, distrito de Lerroville, no município de Londrina, ao norte do Estado do Paraná. Metodologicamente trabalhamos com estudos bibliográficos e entrevistas semiestruturadas, que possibilitou reavivar a memória dos professores que atuaram na referida escola evidenciando suas experiências educativas. Em um primeiro momento há uma discussão sobre o avanço das pesquisas em torno das instituições escolares no âmbito da historiografia da educação e, em um segundo momento, nosso enfoque se dá no planejamento docente, avaliação, relação professor-aluno, organização do ensino (métodos e supervisão pedagógica), dificuldades de acesso à escola rural e desafios enfrentados com as classes multisseriadas.

Palavras-chave


Instituição educativa. Escola rural. Memória.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA JR., Francisco Pereira. Símbolos Municipais: Hino de Londrina. Disponível em: . Acesso em: 06 mar. 2015.

BATISTA, Ederval Everson. Escolas Isoladas no Município de Londrina: O exemplo da Escola Rural Municipal José Nunes de Carvalho. 1998. 80 f. Monografia (Especialização em Metodologia da Ação Docente) - Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR.

CAPELO, Maria Regina Clivati. Educação Rural em Londrina: cotidiano e cidadania. Rev. Mediações, Londrina, v.1, n.1, p. 52-59, jan-jun. 1996.

CERVI, Rejane de Medeiros; FILIPAK, Sirley Terezinha; SILVA, Suiraci Placides da. Anotações para um resgate pedagógico das escolas rurais. Educar em Revista, Curitiba, v. 9, n. 9, p. 19-31. 1993.

CESAR, Zenite Teresinha Ribas. Estudo da Evolução do Ensino Municipal de Londrina 1930-1970. 1976. 185 f. Tese (Livre Docência) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, PR.

GATTI JUNIOR, Décio. A história das instituições educacionais: inovações paradigmáticas e temáticas. In: ARAUJO, José Carlos Souza; GATTI JUNIOR, Décio (Org.). Novos temas em História da Educação Brasileira. Campinas, SP: Autores Associados; Uberlândia, MG: EDUFU, 2002.

LE GOFF, Jacques. Documento/Monumento. In: ______. História e Memória. 5. ed. Campinas, SP. Unicamp, 2003. p. 525-541.

MAGALHÃES, Justino Pereira. Breve apontamento para a história das instituições educativas: In: LOMBARDI, J. C. História da Educação: perspectivas para um intercâmbio internacional. Campinas: Autores Associados/ HISTEDBR, 1999a.

______. Contributo para a história das instituições educativas – entre a memória e o arquivo. Braga-Portugal, Universidade do Minho, 1999b.

NEVES, Fátima Maria. O Método Lancasteriano e o Projeto de Formação disciplinar do povo (São Paulo, 1808-1889). 2003. 293 f. Tese (Doutorado em História) – UNESP, Assis/SP.

OLIVEIRA, Lúcia Helena M. M.; GATTI JUNIOR, Décio. História das instituições educativas: um novo olhar historiográfico. Cadernos de História da Educação, v. 1, n. 1 jan./dez. 2002.

PEREIRA, Maria Aparecida Franco. Uma abordagem da história das instituições educacionais: a importância do arquivo escolar. Educação, Unisinos, p. 85-90, maio/ago. 2007.

RAGAZZINI, Dário. Para quem e o que testemunham as fontes da História da Educação. Educar em Revista, Curitiba, UFPR, v. 17, n. 18, p. 13-28, 2001.

SANTOS, Irene Fernandes dos. Nuclearização de escolas na área do ensino rural: Experiência assegura educação de qualidade. Revista do Professor, Porto Alegre, 9(34), p. 34-38, abr./jun. 1993.

SILVA, Regina Gonçalves e. Classes multisseriadas: realidade do meio rural. Revista do Professor, jul./set. 1988.

SOUZA, Maria Aparecida Batista de. Entrevista concedida a Ana Caroline Macedo Domingues. Londrina, 2014.

SOUZA, Claudinei Alves de. Entrevista concedida a Ana Caroline Macedo Domingues. Londrina, 2014.

SPINDOLA, Thelma; SANTOS. Rosângela da Silva. Trabalhando com a história de vida: percalços de uma pesquisa (dora?). Revista Esc. Enferm., USP, 37(2), p. 119-126, 2003.

SPOSTI, Carmen Lucia Baccaro et al. Nucleação das Escolas Rurais Isoladas da Rede Municipal de Ensino: Projeto Piloto – Distrito de Maravilha. 1993. 70 p.

STEPHANOU, Maria; BASTOS, Maria Helena Camara. História, Memória e História da Educação. In: STEPHANOU, Maria; BASTOS, Maria Helena Camara. (Org.). Histórias e Memórias da Educação no Brasil. 2. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2005. V. III – Século XX. p. 416-429.

VASCONCELLOS, Eduardo Alcantara de. Agrupamento de escolas rurais: alternativa para o impasse da educação rural? Cad. Pesq., São Paulo, n. 86, p. 65-73, ago. 1993.

WERLE, Flávia Obino Corrêa. História das Instituições Escolares: responsabilidade do gestor escolar. Cadernos de História da Educação, Uberlândia, n.3, p.109-119, jan./dez., 2004.




DOI: https://doi.org/10.29031/pedf.v13i9.330

Direitos autorais 2018 Pedagogia em Foco

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

Pedagog. Foco, Iturama (MG) - ISSN 2178-3039