A FORMAÇÃO DO PROFESSOR ALFABETIZADOR NUMA PERSPECTIVA HISTÓRICA

Veronildes Batista dos SANTOS, Lucilene Soares da COSTA

Resumo


Partindo do pressuposto de que uma educação de qualidade depende da boa formação do professor, que a alfabetização é a base do processo de ensino e aprendizagem e o papel do professor alfabetizador é fundamental no processo da construção do conhecimento, é imprescindível investigar a formação do professor alfabetizador, a fim de compreender se o mesmo recebeu ou está recebendo a formação necessária para desenvolver o seu trabalho. A discussão dessa temática se dá, a partir do momento em que se propõe investigar questões relacionadas à formação docente, pois merece atenção e deve ser discutida com a finalidade de melhorar a prática pedagógica e assim avançar na qualidade de ensino. Para que haja um olhar ao objeto de estudo na sua historicidade, teorizar-se-á acerca da formação do professor nos diferentes contextos históricos, cuja finalidade será verificar uma orientação que possa contribuir verdadeiramente para que o professor alfabetizador possa desenvolver um trabalho que resulte no desenvolvimento do processo ensino e aprendizagem do educando. O presente artigo discutirá a formação do professor alfabetizador numa perspectiva histórica identificando e analisando as dimensões da formação dos professores alfabetizadores na educação contemporânea, fazendo uma análise de como seus pressupostos repercutem na formação dos docentes alfabetizadores. Utilizando-se do contexto histórico para ter o conhecimento da Educação em diversos momentos e, assim, discutir se a formação que está sendo oferecida, seja inicial ou continuada, realmente apoia esse profissional em suas necessidades teóricas e práticas visando sempre a qualidade da educação.

Palavras-chave


Formação do professor alfabetizador. Teoria. Prática.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2014 Pedagogia em Foco



Licença Creative Commons

Pedagog. Foco, Iturama (MG) - ISSN 2178-3039